Três truques para tornar as viagens mais fáceis do que você pensava ser possível

Três hacks de viagem para ajudá-lo a abraçar as viagens da maneira mais fácil possível.

viajantes com um mapa e uma câmera Shutterstock

O velho ditado diz ‘trabalhe de forma mais inteligente, não mais difícil’. Embora isso possa não ser tão verdadeiro em 2022, soa um pouco verdadeiro quando se trata de viajar ‘mais inteligente’. Com alguns hacks simples, viajar também pode ser mais fácil do que qualquer um jamais imaginou ser possível – e temos quatro que podem ser úteis.

Nem todo hack será aplicável em todos os momentos, mas esses quatro hacks são universais quando se trata de qualquer viagem e qualquer tipo de viagem. Desde gerenciar o nervosismo pré-voo até investir em opções de viagem mais baratas, esses hacks certamente economizarão algum estresse e, potencialmente, algum dinheiro, para tornar a viagem muito mais fácil. Em caso de dúvida, consulte aqueles que já fizeram isso antes – porque esses hacks são testados e comprovados.

Evite pagar mais do que deveria pela passagem aérea

Uma das maiores coisas que complicam a viagem é o preço da maioria dos voos. Voar não é uma coisa barata de se fazer e as passagens aéreas podem ter um preço alto. Muitas vezes, os viajantes evitam reservar determinados destinos porque a passagem aérea não cabe no seu orçamento, um aspecto da viagem que assusta muitas pessoas. Uma dica para evitar passagens aéreas caras? Saiba onde procurar ingressos e quando.

A melhor coisa que um viajante pode fazer por si mesmo é planeje (e pesquise) férias com bastante antecedência. Os problemas surgem quando a passagem aérea deve ser comprada no último minuto e as ofertas de voos devem estar alinhadas com as datas de reserva do hotel. Quanto mais tempo um viajante tiver com antecedência para equilibrar essas duas coisas, melhor – também, ter uma data de viagem flexível é extremamente útil.

Algumas outras coisas que os viajantes podem fazer para facilitar suas viagens incluem:

  • Aproveitando todos os recursos disponíveis. Isso significa pesquisar voos do Google, Skyscanner, Hopper, CheapAir, Expedia e a lista continua. Também é uma boa ideia aproveitar os alertas, que informam aos viajantes quando a passagem aérea escolhida está mais baixa e quando.
  • Considere os pontos do cartão de crédito. Para aqueles que possuem um cartão de crédito importante, pode valer a pena conferir um sistema de pontos para usar em passagens aéreas.
  • Use milhas de passageiro frequente. Não precisa necessariamente ser um voo longo – ou caro – para acumular milhas de passageiro frequente. Não que alguém deva voar apenas para acumular pontos, mas se houver a chance de voar com frequência e com uma companhia aérea, vale a pena aproveitar.

Considerando algo como o CBD para diminuir os níveis de ansiedade

De várias formas, o CBD demonstrou diminuir a ansiedade daqueles que o usam regularmente. Isso é especialmente útil para aqueles que sofrem de ansiedade de viagem e podem se beneficiar de algo que pode ajudar a diminuir os níveis de estresse. Quer seja tomado em forma de cápsula ou tintura, ou usado como roll-on ou em conjunto com aromaterapia, pode ajudar a acalmar os viajantes o suficiente para que sua ansiedade não seja debilitante – tornando-o muito mais fácil de fazer.

A melhor parte do CBD é que ele pode ser usado antes ou durante um voo, após um, após uma viagem (para passageiros), no trem, em um barco ou onde quer que você esteja viajando, pois é legal em todos os 50 estados. Seus efeitos de redução da ansiedade são populares entre os viajantes, e muitas pessoas se recusam a viajar sem ele de alguma forma.

Utilize mapas off-line para obter direções fáceis

É fácil se perder em um estado diferente, muito menos em outro país, e se o serviço de celular estiver faltando, isso é um problema. Em vez de ficar preso em um beco sem saída para usar um GPS, considere fazer o download de mapas off-line da área via Google para ter um esboço da área.

Isso pode ser útil em várias situações, incluindo aquelas em que o Wi-Fi também não é uma opção. Algumas pessoas também viajam sem roaming internacional como parte de seus planos telefônicos, o que significa que os dados podem ser escassos sem uma conexão com a Internet. É melhor prevenir do que remediar, e os mapas off-line podem parecer antiquados, mas podem realmente salvar o dia para qualquer pessoa que não esteja familiarizada com a área que está visitando. Além disso, ter um mapa digital elimina a necessidade de procurar um mapa real em pânico e evita que os viajantes precisem pedir informações aos locais. Embora, esta também não seja uma má opção – mas ter um mapa é muito mais fácil!

Esses hacks podem ser conhecidos por viajantes frequentes, mas para iniciantes, é bom saber, não importa qual seja o destino. Qualquer coisa que torne a viagem mais fácil vale a pena, e eles farão exatamente isso.