dieta japonesa

Dieta japonesa funciona mesmo? 05 dicas tira duvidas

Dieta japonesa funciona mesmo? A busca por uma dieta nunca para, onde é ela que pode trazer grandes resultados de emagrecimento e perda de peso a um indivíduo, e assim chegar naquele corpo ou estilo de vida que sempre sonhou.

Dessa forma, uma dieta que promete muito resultado, é a dieta japonesa, uma vez que pode ser uma excelente opção para quem quer perder peso rápido.

Porém, será que a dieta japonesa funciona mesmo? será que é muito restritiva?

Sendo assim, nesse artigo, citaremos tudo sobre a dieta japonesa, explicando se ela funciona mesmo, e se realmente é uma boa opção para quem quer mudar os hábitos alimentares.

Antes de tudo, o que é a dieta japonesa?

dieta japonesa funciona mesmo

Quando falamos em dietas que retratam uma cultura asiática, muitas pessoas acabam ficando com medo, pois pensam que é uma dieta muito restritiva, onde a variedade acaba sendo limitada.

Mas, a dieta japonesa não é tão restritiva assim.

Dessa forma, a dieta tradicional japonesa consiste em alimentos sazonais minimamente processados, servidos em uma variedade de pequenos pratos.

Ou seja, a dieta japonesa é um estilo de comer enfatizado nos sabores naturais dos pratos, em vez de mascará-los com molhos ou temperos.

Sendo assim, essa dieta é rica em arroz cozido no vapor, macarrão, peixe, tofu, alga marinha, frutas e legumes frescos, cozidos ou em conserva, mas com pouca adição de açúcar, gordura e temperos.

Portanto, basicamente é uma dieta focada em um estilo muito parecido com a japonesa, uma vez que o foco principal é em comidas simples, com pouco açúcar e gordura, e além do mais, com pouca quantidade de tempero.

Veja também esses outros artigos

Como emagrecer rapido e facil em 3 dias
Cardápio de dieta para gordura no figado

O que eu posso comer na dieta japonesa?

Você pode ver pelo tópico anterior, que a dieta japonesa, não é uma dieta restritiva, onde você pode ter uma gama de alimentos para fazer o consumo.

Sendo assim, confira os principais alimentos que você pode consumir ao fazer o uso dessa dieta:

  • Peixes e frutos do mar
  • Frutas e vegetais
  • Arroz ou macarrão
  • Algas marinhas
  • Alimentos à base de soja
  • Chá verde e café
  • Azeites

Dessa forma, você pode ver que sim, é permitido comer muita coisa, onde consegue montar um cardápio bastante diversificado, para conseguir levar a dieta japonesa sem grandes dificuldades.

Até porque, uma dieta muito restritiva, pode ser muito difícil para ser levada.

O que eu não devo comer na dieta japonesa?

dieta japonesa funciona mesmo

Assim como toda dieta, a dieta japonesa não poderia ser diferente, e possui uma série de restrições nas suas alimentações.

Confira o que você deve evitar ou consumir em mínimas quantidades:

  • Laticínios
  • Carnes
  • Ovos
  • Excesso de gorduras, óleos e molhos
  • Massas
  • Alimentos processados ou açucarados

Sendo assim, é basicamente as restrições básicas de outros tipos de dieta, porém chamando a atenção para proteína, onde carnes e ovos, que são grandes fontes de proteína, devem ser evitados.

Portanto, isso o que mais torna ela diferente das demais.

A dieta japonesa realmente funciona? Quais os seus benefícios?

Depois de tudo que foi dito, será que a dieta japonesa realmente funciona?

Será que ela pode trazer de fato algum benefício para o seu corpo?

De acordo com estudos, a dieta japonesa realmente tem os seus resultados, principalmente a curto prazo, pois ela traz uma série de benefícios, e pode sim ajudar a perder peso rápido e saudável.

Sendo assim, confira alguns benefícios, além da perda de peso saudável que essa dieta pode trazer ao corpo:

Rica em nutrientes e compostos, incluindo: fibras, cálcio, potássio, magnésio, ferro e vitaminas A, C e E.

Melhora o processo digestório, uma vez que alimentos como algas, soja, frutas e vegetais, são ricos em fibras, o que ajuda na digestão.

Pode proteger contra doenças crônicas, pois peixes, algas, chá verde, soja, frutas e legumes, possuem uma baixa quantidade de gordura e açúcar, o que ajuda a prevenir contra doenças cardíacas, por exemplo.

Aumenta a longevidade, uma vez que a alimentação japonesa, faz com que a maioria da população viva por mais tempo

Dessa forma, a curto prazo pode ser uma boa opção para ser seguida. Lembrando que o seu uso a longo prazo ou de forma intensa, deve ser acompanhada por especialista, pois deve ser feito um cardápio de acordo com cada pessoa.

Exemplo de cardápio

Como já citado, a dieta japonesa é uma boa opção para curto prazo, então dificilmente você vai encontrar um cardápio de muitos dias.

Dessa forma, confira um exemplo de cardápio para 3 dias de uso da dieta japonesa:

Dia 1

Café da manhã: café preto ou chá com pouco açúcar.

Almoço: peixe, salada de alface com azeite, um tomate fresco.

Jantar: peixe grelhado, cozido no vapor ou cozido, salada de alface com azeite de oliva.

Dia 2

Café da manhã: café preto, uma torrada.

Almoço: salmão grelhado, cozido no vapor ou cozido, salada de repolho, tomate e alface.

Jantar: 300g de bife grelhado, um iogurte natural com pouca gordura.

Dia 3

Café da manhã: sopa de missô, arroz cozido no vapor, natto e salada de algas

Almoço: macarrão com atum grelhado, salada de couve e legumes cozidos

Jantar: sopa de macarrão, bolinhos de peixe, edamame e legumes marinados em vinagre

Dia 4

Café da manhã: sopa de macarrão com udon, camarão e legumes em conserva

Almoço: sopa de cogumelos shitake, bolos de arroz, vieiras grelhadas e legumes no vapor

Jantar: sopa de missô, arroz cozido no vapor, tempura de legumes e sashimi de salmão ou atum

Dia 5

Café da manhã: chá verde ou escuro com 2 fatias de pão integral

Almoço: peito de frango cozido no vapor ou grelhado, alface romana servindo de verduras mistas com azeite ou cenoura no vapor.

Jantar: 2 ovos borbulhados, cenoura cortada com azeite e molho de suco de limão.

Opções de lanches:

  • 1 maçã
  • Morangos
  • Iogurte natural ou desnatado
  • Torrada integral
  • Bolinhos de camarão ou peixe

Considerações finais

Depois de tudo que foi dito, você pôde ver que sim a dieta japonesa realmente funciona, e pode trazer grandes resultados.

O que está esperando? Espero que tenha gostado, nos vemos em breve.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *