Quais são os principais hormônios femininos

Testosterona:

Apesar de sempre ser relacionada ao sexo masculino, a testosterona é fundamental para a saúde sexual da mulher e também está presente em sua circulação sanguínea. No entanto, a quantidade desse hormônio é menor do que a encontrada no homem.

De acordo com uma pesquisa da Universidade Federal de Minas Gerais, 75% das mulheres com disfunção sexual apresentavam níveis baixos de testosterona.

  • Deficiência: diminuição na libido, desejo sexual hipoativo, perda de massa muscular, anemia, distúrbios do sono, fadiga ou aumento da gordura corporal.
  • Excesso: comportamento agressivo, acne, aumento da pilificação, perda de cabelo ou sinais de virilização (hipertrofia de clitóris e alteração na tonalidade da voz).

Melatonina:

É produzida pela glândula pineal (localizada no cérebro) e está muito correlacionada com a estabilidade do ciclo sono-vigília (regulação do sono), além de uma possível função de recuperação de células neurológicas nos casos de pacientes acometidas pela doença de Alzheimer. É chamada popularmente de “hormônio do sono”. Esse hormônio também está intimamente correlacionado com o adequado funcionamento do ciclo hormonal e da ovulação, sendo que estudos recentes demonstraram a presença de melatoninano fluido folicular ovariano.

  • Deficiência: distúrbio de ovulação, falência ovariana precoce (devido ao aumento de estresse oxidativo das células) e endometriose.
  • Excesso: desenvolvimento de tumores no sistema genital feminino.

Progesterona:

A progesterona está envolvida no ciclo menstrual, embriogênese (formação do embrião) e viabilidade da gestação. Entretanto, sua principal função está relacionada com o preparo endometrial (camada interna do útero) para o recebimento do embrião, estimulando também o preparo das mamas para a produção do leite.

  • Deficiência: infertilidade, irregularidade do ciclo menstrual e abortamento de repetição.
  • Excesso: sonolência, acne, humor depressivo, fadiga, dores articulares e alterações intestinais (constipação).

Estrogênio:

O estrogênio é o principal hormônio feminino e promove o desenvolvimento dos caracteres sexuais secundários da mulher, além de promover o crescimento uterino. Ele age também sobre o crescimento de outras células, aumentando o tamanho de músculos, mamas, glândulas e coxas.

  • Deficiência: osteoporose, suores noturnos, esquecimento, insônia e infertilidade.
  • Excesso: dor de cabeça, maior risco de episódios de trombose, náuseas e vômitos.

Cortisol:

Esse hormônio é produzido pelas glândulas supra-renais, sendo responsável por diversas funções do corpo, tais como ações anti-inflamatórias (especialmente no combate às alergias e alguns tipos de câncer), metabolismo da glicose e respostas imunes.

  • Deficiência: insônia, fadiga, falta de apetite e ansiedade.
  • Excesso: perda de cabelo, diminuição do tecido muscular, cicatrização lenta e insônia.

Quando os hormônios atrapalham a libido

queda de libido hormonio

Para melhorar a libido na hora da relação sexual, você pode tomar um suplemento afrodisíaco, o tesão de vaca. Para saber mais, veja o vídeo abaixo:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima